Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321818
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Trade union strategies to the liberalisation of Brazil's car industry = changes in the global value chain and its impact on workers, the case of "Volkswagen do Brasil" in São Bernardo do Campo = Estratégias sindicais face as mudanças na cadeia global de valor da indústria automobilística brasileira: o caso da "Volkswagen do Brasil" em São Bernardo do Campo
Title Alternative: Estratégias sindicais face as mudanças na cadeia global de valor da indústria automobilística brasileira : o caso da "Volkswagen do Brasil" em São Bernardo do Campo
Author: Stelczenmayr, Sabine, 1981-
Advisor: Dias, Hugo Miguel Oliveira Rodrigues, 1978-
Abstract: Resumo: Devido a uma onda de liberalização das economias nacionais, os movimentos sindicais enfrentam uma pressão crescente desde o último trimestre do século XX. A aplicação de novos métodos de produção e novas estratégias de gestão por parte das empresas multinacionais influenciou a reorganização das Cadeias Globais de Valor. No decurso do século XX, a indústria automóvel tornou-se num setor global importante com elevadas taxas de produtividade através da facilitação tecnológica da produção em massa. Como resultado da concorrência global apertada e do objetivo de maximizar os lucros, a produção de carros foi cada vez mais "periferizada" para países como o Brasil. A crescente fragmentação dos trabalhadores a nível global exige novas estratégias de movimentos operários na sua luta por condições de trabalho dignas. O escopo desta tese é a análise das estratégias sindicais implementadas com vista a proteger os metalúrgicos do impacto da liberalização da indústria automotiva brasileira entre 1990 e 2014. O caso dos trabalhadores da Volkswagen do Brasil em São Bernardo do Campo, mais concretamente da sua fábrica de Anchieta (SP), será considerado objeto da análise. Esta fábrica foi escolhida por ser uma das maiores e mais antigas fábricas de automóveis de uma empresa multinacional no Brasil e que, portanto, foi fortemente afetada pelas mudanças globais no respectivo período de tempo. Como a cadeia global de valor mudou no processo de liberalização? Como os trabalhadores metalúrgicos foram afetados? Que estratégias e dinâmicas de ação coletiva os sindicatos de metalúrgicos implementaram para lidar com a fragmentação em nível nacional e internacional? Como as estratégias da união mudaram até 2014? A análise das mudanças nas cadeias globais de valor da indústria automobilística permite enquadrar os desafios que os trabalhadores estão enfrentando para serem organizados. A análise dos antecedentes históricos visa localizar os metalúrgicos de Anchieta. As teorias sobre estratégias sindicais procuram analisar os padrões cíclicos de instabilidade laboral

Abstract: Due to a wave of liberalisation of national economies labour movements are facing increased pressure since the last quarter of the 20th century. The application of new production methods and new management strategies by multinational companies influenced the re-organisation of Global Value Chains. In the course of the 20th century the automobile industry became the major global sector with high productivity rates through technological facilitation of mass production. As a result of tight global competition and the aim to maximise profits, car production was increasingly "peripheralized" to countries such as Brazil. The growing fragmentation of workers on a global level requires new strategies of labour movements in their fight for decent working conditions. The scope of this thesis is the analysis of the applied trade union strategies to protect metal-workers from the impact of the liberalisation of Brazil¿s car industry between 1990 until 2014. The case of workers of "Volkswagen do Brasil" in São Bernardo do Campo, Factory of Anchieta (São Paulo State) will be taken as a case model for analyses. This factory was chosen as it is one of the biggest and oldest car factories of a multinational company in Brazil and therefore was strongly affected by global changes in the respective time period. How was the global value chain changing in the liberalisation process? How were metalworkers affected? Which strategies and collective action metalworkers¿ union implemented to deal with the fragmentation on a national and international level? How did the strategies of union change until 2014? The analyses of shifts in the global value chain of the car industry serves to frame the challenges workers are facing to organized. The analyses of historical backgrounds aim to locate metalworkers of Anchieta. Theories on trade union strategies serve to analyse cyclical patterns of labour unrest
Subject: VolksWagen do Brasil
Sindicatos - Metalúrgicos - Brasil
Sindicatos - Trabalhadores da industria automobilistica
Editor: [s.n.]
Citation: STELCZENMAYR, Sabine. Trade union strategies to the liberalisation of Brazil's car industry: changes in the global value chain and its impact on workers, the case of "Volkswagen do Brasil" in São Bernardo do Campo = Estratégias sindicais face as mudanças na cadeia global de valor da indústria automobilística brasileira: o caso da "Volkswagen do Brasil" em São Bernardo do Campo. 2016. 1 recurso online (123 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/321818>. Acesso em: 1 set. 2018.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Stelczenmayr_Sabine_M.pdf1.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.