Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322244
Type: TESE DIGITAL
Title: Progressão referencial entre textos na cobertura jornalística contínua
Title Alternative: Referential progression between text in continuous journalistic coverage
Author: Menegaldo, Karina, 1982-
Abstract: Resumo: Levando em conta que, ao ocupar-se da informação, os veículos de mídia constroem a visão apreendida sobre os assuntos retratados, esta pesquisa tem como objetivo analisar como são construídas certas imagens do fato retratado ao longo de uma cobertura jornalística. A construção dessas imagens ocorre por meio da ativação e da elaboração de objetos de discurso que permitem o estabelecimento da progressão referencial entre as matérias. Para isso, partimos dos estudos de referenciação, vinculados aos pressupostos de Mondada e Dubois (2003), Koch (2009a; 2009b) e Koch e Marcuschi (1998), para propormos essa abordagem da progressão referencial entre textos, como uma estratégia de manutenção da coesão discursiva em matérias de uma cobertura contínua. Para tanto, foram selecionadas as coberturas realizadas por dois veículos da imprensa paulista, os jornais diários O Estado de S. Paulo e a Folha de S. Paulo, a respeito de um fato ocorrido em Paris, em novembro de 2015, que repercutiu internacionalmente e que ficou conhecido como Atentados em Paris. Realizamos análises qualitativa e quantitativa sobre (i) como ocorreram as construções dos objetos discursivos e (ii) como os referentes introduzidos e suas respectivas recategorizações são empregados em relação a um fato que possui uma retratação gradativa. A partir das análises, pudemos observar que a progressão referencial pode ocorrer entre textos, por meio, primordialmente, da retomada dos referentes. A retomada dos referentes é elaborada de forma a manter idêntico o núcleo da expressão referencial, procedendo-se ao acréscimo de modificadores junto ao núcleo. Esse procedimento básico constitui-se em fator primordial para a viabilidade de uma cobertura jornalística contínua de um mesmo fato, dado que possibilita a identificação e manutenção da imagem do objeto de discurso pelo leitor. Nesse sentido, a progressão referencial entre textos promove tanto um efeito de identidade referencial para os objetos de discurso construídos e/ou mobilizados, como também certo modo de compreender os fatos e assuntos abordados nos textos da cobertura jornalística

Abstract: Considering that, when dealing with information, the media vehicles build the apprehended view of the portrayed subjects, this paper intends to analyse how certain images of the portrayed fact are built during a journalistic coverage.The building of these images takes place by means of the activation and elaboration of the objects of discourse which allow the establishing of the referential progression between the news pieces. In order to do so, we start out from studies of referenciation, connected to the theories of Mondada and Dubois (2003), Koch (2009a; 2009b) and Koch and Marcuschi (1998), so that we propose this approach of referential progression between texts as a strategy for the maintenance of discursive cohesion in news pieces of a continuous coverage. For that, we have selected the coverage realized by two vehicles of the São Paulo press, the daily journals O Estado de S. Paulo and Folha de São Paulo, about a fact occurred in Paris, in November 2015, which reverberated internationally and became known as the Paris Attacks. We have conducted qualitative and quantitative analyses on (i) how the construction of the objects of discourse took place and (ii) how the referents introduced and their respective recategorizations are employed in relation to a fact which possesses a gradual portrayal. From the analyses, we could observe that the referential progression may occur between texts, by means, primordially, of the retaking of referents. The retaking of referents is elaborated in such a way as to keep the nucleus of the referential expression identical, then proceeding to adding modifiers to this nucleus. This basic procedure constitutes a primordial factor for the viability of a continuous journalistic coverage of the same fact, which makes the identification and maintenance of the image of the object of discourse possible to the reader. In this sense, the referential progression between texts promotes as much an effect of referential identity to the built and/or mobilized objects of discourse as a certain way of comprehending the facts and subjects approached in the texts of journalistic coverage
Subject: Referenciação (Linguística)
Linguística textual
Redação de textos jornalísticos
Terrorismo - Paris (França) - Cobertura jornalistica
Jornais brasileiros - São Paulo (SP)
Comunicação de massa e linguagem
Editor: [s.n.]
Citationo: MENEGALDO, Karina. Progressão referencial entre textos na cobertura jornalística contínua. 2016. 1 recurso online ( p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Menegaldo_Karina_M.pdf2.71 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.