Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/332588
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Cúrcuma longa L. : caracterização química e estudo da capacidade antioxidante
Title Alternative: Turmeric : chemical characterization and antioxidant capacity study
Author: Fontes, Suian Moreira Santos, 1986-
Advisor: Godoy, Helena Teixeira de
Abstract: Resumo: A Curcuma longa L. também conhecida como açafrão da terra, é uma espécie de planta originária do continente asiático, sendo muito apreciada como especiaria na culinária pelas suas características organolépticas bem marcantes, como aroma e coloração intensa. Devido a essas características, seu uso tem sido expandido para a indústria de alimentos, sendo empregado como substituto de alguns corantes artificiais, embora pesquisas recentes têm demonstrado seu potencial na área da medicina. Até então, pouco se conhece sobre a composição química da cúrcuma comercializada no Brasil e sobre as substâncias bioativas associadas a capacidade antioxidante. Este trabalho tem como objetivo caracterizar a Curcuma longa L. distribuída comercialmente nas regiões sudeste e nordeste do Brasil, in natura e em pó, levando em consideração sua composição físico-química, o perfil dos ácidos graxos, perfil dos flavonoides e propriedades antioxidantes. Quanto a composição centesimal, os extratos da cúrcuma apresentaram aproximadamente de umidade (3-10%), cinzas (1,7-7%), proteína (7-10%), fibras totais (1-10%), carboidrato (61-73%) e lipídeos (2-5%). Dentre os ácidos graxos estudados, o ácido linoleico (18:2n-6trans) seguido do ácido oléico (18:1n-9cis), foram os majoritários para a maioria das amostras analisadas. Para a análise de flavonoides totais e avaliação da capacidade antioxidante, primeiramente foi otimizado o processo de extração, que ficou estabelecido com água e metanol (25:75). A caracterização dos flavonoides foi feita com a utilização do HPLC-DAD, utilizando coluna de fase-reversa C18 e fase móvel composta por água acidificada (0,05% ác. acético) e metanol, utilizando a quercetina, kaempferol, rutina, apigenina, luteolina e narigenina a 10(????g/mL) e a mirigenina a 0,32(????g/mL) como padrões. A capacidade antioxidante foi avaliada por técnicas tradicionais como DPPH, FRAP, TEAC e ORAC, além das espécies reativas de oxigênio (ác. hipocloroso, peróxido de hidrogênio e ânion superóxido). As análises de capacidade antioxidante DPPH, FRAP, TEAC e ORAC, (equivalentes ao padrão trolox) demonstrou melhores resultados para a amostra 1 na maioria das técnicas realizadas. Dentre as amostras em pó comercial, a amostra 2 destacou-se positivamente apresentando os melhores resultados. Para a análise das espécies reativas, a amostra 1 demonstrou a melhor ação de inibição IC50 para o ensaio de captação do ácido hipocloroso e a amostra 5 para o ensaio de captação do radical peróxido de hidrogênio nas concentra- ções analisadas, não sendo possível a obtenção de resultados positivos para ensaio do ânion superóxido devido a pigmentação da cúrcuma ter causado interferência nos resultados

Abstract: Curcuma longa L., also known as earth turmeric, is a native plant species from the Asian continent and it is very appreciated as a spice in cooking because of its remarkable organoleptic characteristics such as intense aroma and coloring. Due to these characteristics, it has been used in the food industry, being employed as a substitute for some artificial dyes, in addition to its potential in medicine. Until now, little is known about the chemical composition of turmeric marketed in Brazil and the bioactive substances associated with antioxidant capacity. That said, this work aims to characterize the Curcuma longa L. commercially distributed in the southeastern and northeastern of Brazilian regions, in natura and powder, taking into account its physicochemical composition, fatty acid profile, flavonoid profile and antioxidant properties. As for the centesimal composition, the extracts of turmeric presented approximately moisture (3-10%), ash (1.7-7%), protein (7-10%), total fibers (1-10%), carbohydrate (61-73%) and lipids (2-5%). Among the fatty acids studied, linolelaic acid (18: 2n-6trans) followed by oleic acid (18: 1n-9c) were the majorities for most of the samples analyzed. For the analysis of total flavonoids and evaluation of the antioxidant capacity, the extraction process was first optimized, which was established with water and methanol (25:75). The characterization of the flavonoids was perfomed by means of HPLC-DAD, using a reverse phase C18 column and mobile phase composed of acidified water (0.05% acetic acid) and methanol, by using quercetin, kaempferol, rutin, apigenin, luteolin and narigenin at 10 (????g/ml) and 0.32 ????g/ml mirigenin as patterns. The antioxidant capacity was evaluated by traditional techniques such as DPPH, FRAP, TEAC and ORAC, as well as the reactive oxygen species (hypochlorous acid, hydrogen peroxide and superoxide anion). The antioxidant capacity analyzes, such as, DPPH, FRAP, TEAC and ORAC (equivalent to the trolox standard) showed better results for sample 1 in most of the performed techniques. However, among the commercial powder samples, sample 2 was positively highlighted, presenting the best results. For the analysis of the reactive species, sample 1 had the best inhibition action IC50 for the hypochlorous acid uptake assay and sample 5 for the hydrogen peroxide radical uptake assay at the analyzed concentrations and it was not possible to obtain considerable results for superoxide anion assay due to pigmentation of turmeric causing interference in our results
Subject: Curcuma
Ácidos graxos
Capacidade antioxidante
Flavonóides
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: FONTES, Suian Moreira Santos. Cúrcuma longa L.: caracterização química e estudo da capacidade antioxidante. 2018. 1 recurso online (64 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Alimentos, Campinas, SP.
Date Issue: 2018
Appears in Collections:FEA - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fontes_SuianMoreiraSantos_M.pdf1.09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.